[Especial Pokémon] : O mangá de Pokémon

Para quem acredita que Pokémon não possui um mangá oficial (muitas vezes por nunca termos visto aqui no Brasil nada além de tentativas de publicar em quadrinhos o anime (?) ), sim, há um mangá oficil, e de grande sucesso inclusive, ao menos no Japão.

Tendo como mangaká

responsável Hidenori Kusaka, Pokémon Adventures Special começou a ser publicado em 1997,pela editora Shogakukan ( a mesma que publicou séries como BeyBlade, Ranma 1/2, InuYasha, entre outros)  logo após os primeiros games da série tornarem-se um sucesso, e está em publicação até hoje, com cerca de 38 tankohons já lançados.

O mangá é a serialização dos games feita de maneira mais fiel, sendo que está dividido em temporadas conforme os jogos, e assim cada uma conta uma nova história , com novos personagens  e novos Pokémons. Por exemplo, os 3 volumes iniciais contam a história  baseada em Pokémon Red & Blue, contando a história de Red, um garoto que recebe do Professor Carvalho um Bulbasaur e a missão de percorrer todo o continente de Kanto, afim de completar seu Pokédex.

E é basicamente assim que segue nas seguintes sagas do mangá, mas apesar da base ser em essência a mesma ( os games serem o princípio das histórias), isso torna o mangá interessante: uma das maiores queixas que muitos fazem em relação a Pokémon é a redundância sempre presente por toda a série, ao menos no anime e mesmo filmes. O mangá assim como os games seguem um caminho inverso, mostrando novos protagonistas, com diferentes sonhos a serem conquistados e diferentes obstáculos a serem superados.Além disso tudo, romance, comédia e ação são elementos mais destacados na serialização.

São 8 sagas já lançadas: Red & Blue,Yellow,  Gold, Sylver & Crystal , Ruby & Sapphire,Fire Red & Leaf Green, Emerald, Diamond & Pearl e Platinum.

Muitos não sabem, mas o mangá já chegou a ser publicado aqui no Brasil quando a febre Pokémon estourou por aqui, por volta de 2000, 2001. Foram edições “ocidentalizadas”, com cerca de 50 páginas lançadas num formato parecido com o qual Ranma 1/2 fora lançado pela Animangá no fim dos anos 90. Não chegou a ser lançado mais do que o primeiro volume completo, pois não fez sucesso. Isso pode ser explicado, não pelo modo reeditado como o mangá foi lançado, mas por que a ideia de Pokémon que a maioria  possuía na época ( e que possui até hoje) é relacionada ao anime, ou seja, Ash e Pikachu. Por mais que Pikachu esteja no mangá, a história é bem diferente, como os personagens. Talvez se lançado hoje, o mangá poderia fazer sucesso, tal qual faz em vários países além do Japão.

Abaixo uma galeria com as capas das 39 edições japonesas até o momento.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Anúncios

Publicado em 1 de agosto de 2011, em Especial, Especial Pokémon, Mangás e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. YAAAAAAAAAAAAAAAAAAY Pokespe! Bem que eles podiam matar logo todos os personagens que aparecem a partir da Arc do Emerald e publicar logo HeartGold/SoulSilver, tsc. Graças ao inútil do Ash e seus amiguinhos gays não temos anime de Pokespe ): /noes/ .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: