Desenhando um sonho: Bakuman

Lançado aqui na última quarta feira ( dia 10 de agosto de 2011) pela editora JBC, Bakuman  é um dos grandes sucessos atuais no Japão. Tendo como autores a mesma dupla que criou Death Note, os mangakás Takeshi Obata e Tsugumi Ohba, começou a ser publicado em 2008 pela revista Shonen Jump, e no momento já possui 10 tankohons.

Bakuman é um mangá que a anos muitos esperavam surgir: uma série    metelinguistica, ou seja, um mangá que fale sobre mangás, mostrando  a  trajetória de dois jovens que almejam obter sucesso através de suas  histórias e desenhos, com todos os obstáculos e necessidades que  encontrarão em seu caminho. Muitas duvidas do mercado editorial japonês como a dinâmica das publicações, as etapas da produção dos capítulos, a elaboração de roteiros e storyboards, o uso de referências, entre muitos outros elementos envolvidos até a chegada do mangá as bancas, incluindo quem sabe um dia  o caminho a seguir para que este mangá torne-se um anime.

A história

Moritaka Mashiro é mais um jovem prestes a concluir o 9° ano de escola, tendo de lidar com provas, família, amores e sonhos. O garoto é sobrinho de um falecido mangaká, conhecido como Taro Kawaguchi, um autor nã muito bem sucedido que só conseguiu lançar uma única série , ” A lenda do Super Herói”. Taro morreu por excesso de trabalho, e isso sempre mexeu com Moritaka, que acredita que o tio tenha se suicidado.

Por um acaso, o aluno mais inteligente da classe, Akito Takagi, encontra um caderno de Moritaka, onde havia um desenho. O 1° da classe fica impressionado, e faz uma proposta a Mashiro: se ele gostaria de fazer parceria com ele e os dois tornarem-se mangakás. Moritaka fica no mínimo assustado, e recusa, dizendo que seria impossível, mas após muita insistência ele acaba aceitando. Logo os dois começam a se aventurar no mundo da criação de mangás, motivados pelo sucesso, amor, entre outras razões. Algo muito importante que acontece é que Moritaka ganha o estúdio do falecido tio, o que é extremamente importante, pois além de ter muitos materiais tanto para criação quanto para referência, ele consegue entender um pouco mais sobre seu tio, a quem sempre foi muito apegado.

O que torna Bakuman ainda mais interessante é a identificação existente na série: os personagens são pessoas comuns, que também tem de fazer provas, lidar com colegas, amigos, famílias, etc;  além de desmistificar a ideia de que o universo de criação de mangás é algo “glamouroso” e simples.

Anúncios

Publicado em 14 de agosto de 2011, em Mangás, News e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: