[ESPECIAL SHOUJO] Shonen Ai

Antes de tudo: SE VOCÊ NÃO GOSTA, SIMPLES: NÃO LEIA. NÃO VENHA COM COMENTÁRIOS PRECONCEITUOSOS, ELES NÃO SERÃO ACEITOS. Obrigada.

Olá, galerinha, como vão?

O assunto do especial de hoje é o Shonen Ai, que é o único gênero onde coisas melosas são BEM LEGAIS  uma espécie de yaoi “mais levinho”. A palavra “shonen” em japonês significa “menino” ou “garoto” e “ai” significa “amor”. Logo, Shonen ai é “amor entre meninos”, porém, não é um yaoi explícito ahh :(, retratando o relacionamento amoroso (e não o sexo) entre garotos. Muitas vezes, a história que é considerada pertencente a este gênero apresenta apenas leves insinuações de boys love (que significa o mesmo que “amor entre meninos”, mas é um termo mais utilizado atualmente para classificar mangás/animês desse gênero).


Uragiri wa Boku no Namae wo Shitteiru SAÚDE.

História

O gênero surgiu na década de 70, época de “boom” do estilo Shoujo. As histórias originais, escritas de mulheres para mulheres, seguiam a mesma base dos shoujos iniciais: muitas vezes se passavam em colégios internos europeus e eram extremamente sérias e dramáticas.

Em 1978, surgiu a revista June, especialista na publicação desse gênero de mangás, que até hoje faz muito sucesso entre as leitoras.

Capa da June

Outro fato é que, sempre, SEMPRE, EM TODAS as histórias, há a presença de bishonens, ou seja, “garotos bonitos”. Ou seja: meninas amam. Há muitas e muitas teorias de como o gênero se tornou TÃO popular entre as meninas, mas são muitas mesmo, então nem vale citá-las.

Nº 6

Algumas séries

Como falamos, os gêneros (tanto o Yaoi quanto o shonen ai) fazem sucesso absoluto entre as garotas não só do Japão, mas de todo o mundo (principalmente da América do Norte).  Desse modo, atualmente há muitas (MUITAS) séries que são publicadas sob esse gênero ou que apresentam algumas insinuações (exemplo disso são as séries da CLAMP, na qual quase todas tem pelo menos uma insinuação de casal homossexual, como em Tokyo Babylon, Card Captors Sakura, entre outros).

Tokyo Babylon

Os primeiros mangás que trataram do gênero shonen ai foram “Tooma no Shinzou” (que já começa com o suicídio de Tooma, um jovem de 14 anos, que deixa uma carta para seu ‘amigo” Yuri. No mesmo dia,  chega na escola um aluno chamado chamando Eric, muito parecido com Tooma. A história é bem longa e complexa, então vejam mais aqui) e “Kaze to Ki no Uta – “A canção do vento e das Árvores” (um mangá muito polêmico, aliás, por ser muito mais intenso, mostrando cenas de sexo entre o gentil Serge Battou e o frio Gilbert Cocteau – um “prostituto”, digamos assim. Veja mais aqui).

Kaze To Ki no Uta (sim, são dois meninos)

Atualmente, existem milhões e milhões de séries famosas, como Angels Sanctuary, Antique Bakery, Gakuen Heaven, Monochrome Factor, Princess Princess, Tactics, Uragiri Wa Boku no Namae o Shitteiru, 07-Ghost, Sekai-ichi Hatsukoi, etc. (recomendo todos)

07-Ghost *-*


Anúncios

Publicado em 27 de outubro de 2011, em Especial, Especial Shoujo. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: