A vida na Maison Ikkoku

Da mesma autora de InuYasha, é um daqueles animes que, ao ser assistido, te traz nostalgia, até mesmo de tempo em que você nem existia ainda.

Um das primeiras séries de sucesso da  incomparável Rumiko Takahashi, a autora de Ranma 1/2 e Inu Yasha. A série estreou como mangá em 1980, e logo tornou-se sucesso, ganhando uma séire de anime, e tempos depois, um live action.

Em plena Tóquio, num lugar chamado de “A Colina do Relógio”, há uma pequena pensão, com quartos para serem alugados, chamada de Maison Ikkoku, algo como “Apartamentos Ikkoku”. A pensão não se encontra na sua melhor condição, mas apesar de já estar um tanto velha, continua funcionando, abrigando os tipos mais incomuns em seus quartos.

Logo de cara, somos apresentados aos moradores: Godai é um jovem vindo do interior, com a meta de ingressar em uma boa universidade, por isso faz cursinho e sempre está “tentando estudar”. Tentando porque, o seus vizinhos de quarto, sempre estão prontos para dar uma “festa” (que seria mais um reunião com bebidas e muita bagunça) em seu quarto, justamente quando está estudando. Estes vizinhos são Akane, uma jovem ruiva provocante, que não se importa em andar por ai com uma camisola transparente e se aproveitar de Godai; Yotsuya, um tipo estranho que vive espiando e roubando comida de Godai, a ponto de cavar buracos na parede que divide seus quartos. Ele possui um emprego misterioso, deixando todos curiosos; Ichinose, uma senhora  que vive bêbada, a ponto de começar a dançar sem motivos, sempre envergonhando seu filho, Kentaro.

Já farto de tudo isso, Godai resolve, pela quinta vez, deixar a Maison Ikkoku, mas no momento em que está saindo, dá de cara com uma bela mulher, que se anuncia como a nova Karinnin (gerente) da pensão. Godai se apaixona de cara pela mulher, que se apresenta como Kyoko Otonashi.Ela trazia consigo um cachorro branco e grande, chamado Soichirou, algo estranho, já que este é um nome de pessoa, e além disso, Kyoko é cheia de mistérios ,atiçando ainda mais a curiosidade de todos. Ela deixou todos muito curiosos, mas rapidamente conquista a confiança e apreço dos moradores, e claro, deixa Godai perdidamente apaixonado. A partir disso, muitas coisas acontecem, ao longo dos 96 episódios da série.

Maison Ikkoku é uma série cotidiana. Não espere lutas, ação, ou tramas muito desenvolvidas. Mas esta é a graça da série, a simplicidade, e a nostalgia que ela pode te trazer. Ver o cotidiano e dificuldades corriqueiras destes tipos incomuns torna Maison Ikkoku único, e faz perceber o quão importante as coisas simples da vida podem ser. Pode parecer monótona, mas não se engane: apesar de “pacata”, Maison Ikkoku é cheia de comédia, e não tem como não rir, por exemplo, de Yotsuya e Akane se aproveitando de Godai, ou das trapalhadas deste para tentar conquistar o amor de Kyoko. Além de tudo isso, outros personagens surgem na série, criando ainda mais confusão.

Anúncios

Publicado em 9 de janeiro de 2012, em Animes e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: